♪ Nasce o sol a 2 de julho, brilha mais que no primeiro. É sinal que neste dia, até o sol é brasileiro ♪

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Feliz Ano Novo!


Marcas do Que se Foi (Os Incríveis)
Este ano quero paz no meu coração
Quem quiser ter um amigo que me dê a mão...
O tempo passa e com ele caminhamos todos juntos sem parar
Nossos passos pelo chão vão ficar...
Marcas do que se foi sonhos que vamos ter
Como todo dia nasce novo em cada amanhecer...

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Aproveite esse momento para curtir e recarregar energias

 Férias! Ter tempo pra descansar, se divertir, descobrir novos lugares, estar com a família… Para algumas pessoas, apenas uma lacuna no tempo entre um período de trabalho e outro. Sim, porque muitos de nós desaprendemos o que é ter tempo livre. Em que turma você está? Na turma dos que se desgastam só de pensar em não ter o tempo preenchido, agendado, contado? Na turma que aproveita o momento presente e sempre encontra tempo livre?
A palavra férias vem do latim feria -ae, singular de feriae -arum, que era, para os romanos, um dia em que não trabalhar era uma prescrição religiosa. Podemos entender, então, que se tratava de um período sagrado. Se trouxermos para nossa experiência atual, que tal pensarmos nas férias como dias sagrados para o autocuidado, estar junto de quem amamos, viver momentos de paz e alegria? Um sagrado tempo para recarregar as energias. Aceite o desafio de ter um tempo para você! Nosso corpo e nossa mente precisam de descanso e o merecem.

Está sem dinheiro e acha que não dá para fazer nada? Um momento em família, em casa mesmo, já pode ser transformado numa grande diversão. Uma sessão de cinema com direito a pipoca, sala escura e até bilhete de entrada! Sair para passear com o bichinho de estimação. Ir à biblioteca mais próxima (o que? Você não tem nem ficha na biblioteca? Não tem tempo para isso? Você está de férias, vamos lá!) e se entregar à leitura pelo simples prazer da mesma, nada de temas profissionais! Que tal afastar os móveis da sala e se entregar à dança? Uma música animada e pronto: o corpo já vai te levar! Inspiração? Uma cena animada de um musical, como Mamma Mia, pode liberar os movimentos em você! (Especialmente, a cena em que a clássica dos anos 70, Dancing Queen, aparece não deixa ninguém parado!) Aproveite para se cuidar. Dormir no tempo certo, observar a alimentação, transformar hábitos, fazer o que lhe dá prazer.
Se puder viajar, aproveite também o momento para relaxar. Nada de controles exagerados: se as coisas não saem como planejamos metodicamente, ficamos frustrados. Experimente os roteiros menos tradicionais, conheça a cultura local como ela é realmente vivida. Abra-se para conhecer pessoas e suas histórias. Nada melhor para a mente do que abrir-se ao novo. Não era Einstein quem dizia que a mente ao se abrir a uma nova ideia jamais volta ao seu tamanho natural? Então, expanda! Se a viagem for em família, curta os pequenos momentos, inspire-se na alegria das crianças que curtem cada instante com tanta intensidade. Entregue-se ao sabor de cada pequeno gesto e descoberta, entregue-se à sensação de vida.
 
Seja como for (em casa, no campo, na praia, passeando, lendo, descansando…), aproveite o momento e permita-se, simplesmente, permita-se. Viva o momento e sinta a alegria de curtir o tempo à sua maneira. Você pode! 

domingo, 5 de dezembro de 2010

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

EDUFBA promove Feira de Livros com preços especiais

Entre os dias 29/11 a 03/12, entre às 08h30 e 17h30, a Editora da Universidade Federal da Bahia, promoverá a Feira de Livros da EDUFBA. O evento que já acontece há alguns anos, ocorrerá nas livrarias da Biblioteca Central e do Canela. Justamente para manter a tradição de bons preços, nessa edição os livros estarão com descontos de até 50%. Uma maneira inteligente de presentear alguém ou a si mesmo nessa época de festas. 
 
Quando: De 29 de novembro a 03 de dezembro de 2010, entre às 08h30 e 17h30
Onde: Livraria 1: Rua Augusto Viana, s/n, (Estacionamento da Reitoria), Campus do Canela; Livraria 2: Rua Barão de Jeremoabo, s/n (Biblioteca Reitor Macedo Costa), Campus de Ondina
 
Contato: Gildásio (Eventos) - prodgil@gmail.com / (71) 3283.6777 (das 13 às 17 horas)

 
EDUFBA - Editora da Universidade Federal da Bahia
Assessoria de Comunicação
Vagner Campos Araujo
Telefones: (71) 3283-6160
Fax: (71) 3283-6160
www.edufba.ufba.br
imprensaedufba@ufba.br
 
 
 

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Metade

Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio
Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
Mas a outra metade é silêncio.
Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade.
Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas
Como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo.
Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço
Que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que eu penso mas a outra metade é um vulcão.
Que o medo da solidão se afaste, e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável.
Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso
Que eu me lembro ter dado na infância
Por que metade de mim é a lembrança do que fui
A outra metade eu não sei.
Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
Pra me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço.
Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção.
E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também.

Osvaldo Montenegro

sábado, 20 de novembro de 2010

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

IPAC inicia Seminário Internacional de Restauro

O prédio da Faculdade de Medicina da Bahia no Terreiro de Jesus, Centro Histórico de Salvador, que abriga o mais antigo curso de nível superior de medicina do Brasil sediará nos próximos dias 24, 25 e 26 (novembro, 2010) o Seminário Internacional Restauro de  Bens Móveis Integrados na Bahia. O encontro promoverá, ainda, o Fórum de Políticas Culturais em Conservação e Restauro de Bens Móveis Integrados com a temática: Carências históricas, importância estratégica.

Promovidos pelo Governo da Bahia, através do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC) e Secretaria de Cultura (SecultBA), em parceria com a Escola de Belas Artes (EBA) da Universidade Federal da Bahia (Ufba), os dois eventos terão vagas limitadas em 150 lugares devido à capacidade no antigo anfiteatro da faculdade.

O seminário terá participação de representantes franceses do Museu Rodin Paris, restaurador da Itália, Gianmario Finadri, além de especialistas de Minas Gerais, Pernambuco e Rio de Janeiro, entre outros estados brasileiros. Da Bahia, participam professores e técnicos da Faculdade de Arquitetura e da EBA/Ufba, como o arquiteto especialista Mário Mendonça Filho, o renomado restaurador José Dirson Argolo e a museóloga Heloísa Costa membro do Conselho Internacional de Museus, consultora da Unesco e professora visitante da Université du Québéc e Laval (Canadá), Newcastle University (Inglaterra), Universidade de Valencia (Espanha) e Universidade de Buenos Aires (Argentina).

Estarão presentes também representantes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) do Ministério da Cultura e da Associação Brasileira de Conservadores-Restauradores de Bens Culturais (Abracor). Podem participar dos dois eventos restauradores, estudantes, professores, pesquisadores, gestores públicos e privados, especialmente de belas artes, arquitetura, química, biologia, história e museologia, campos que obrigatoriamente atuam na restauração de bens móveis integrados ou qualquer outro interessado no tema em questão.

Segundo o diretor geral do IPAC, Frederico Mendonça, o seminário e fórum têm objetivo de proporcionar discussão acerca do restauro de bens móveis e integrados, enriquecido pelo conhecimento de novas técnicas e experiências de capacitação da área no Brasil e exterior. “Estreita ainda as relações culturais com a França já que o IPAC/Secult encontra-se responsável pelas peças do escultor francês Auguste Rodin no Palacete das Artes”, complementa Mendonça. Para o dirigente estadual, os eventos contribuem igualmente para a construção de proposta de organização do segmento de restauro no âmbito da Bahia.

Dentre as mesas e palestras do Seminário estão os temas de Conservação e restauro no Museu Rodin Paris, Técnicas em metal e gesso, Técnicas em cantaria, Novas Tecnologias, Panorama do Restauro na Bahia, Formação e técnicas de restauro de azulejos, Experiências brasileiras na estruturação de centros de restauro e Formação de profissionais de restauro. Já o Fórum de Políticas Culturais constará de mesas e debates com as temáticas de Políticas e programas institucionais e Formação e perfil profissional.

O evento acontece de 24 a 26 deste mês (novembro, 2010), começando sempre às 9 horas e finalizando às 19 horas. Para inscrições deve-se enviar mensagem para o endereço eletrônico seminário.ipac@gmail.com e obter mais informações através dos telefones 3117-6491 e 3117-6492, durante horário comercial, de segunda à sexta-feira.

Assessoria de Comunicação – IPAC – em 17.11.2010
Jornalista responsável Geraldo Moniz (1498-MTBa) – (71) 8731-2641
Texto: Lucas Franco e Geraldo Moniz
Contatos ASCOM/IPAC: (71) 3116-6673, 3117-6490, ascom,ipac@ipac.ba.gov.br.
Acesse: www.ipac.ba.gov.br  Facebook: Ipacba Patrimônio  Twitter: @ipac_ba

sábado, 13 de novembro de 2010

A Idade de Ser Feliz

Existe somente uma idade para a gente ser feliz, somente uma época na vida de cada pessoa em que é possível sonhar e fazer planos
e ter energia bastante para realizá-las a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.
Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente
e desfrutar tudo com toda intensidade
sem medo, nem culpa de sentir prazer.
Fase dourada em que a gente pode criar
e recriar a vida,
a nossa própria imagem e semelhança e vestir-se com todas as cores
e experimentar todos os sabores e entregar-se a todos os amores
sem preconceito nem pudor.
Tempo de entusiasmo e coragem
em que todo o desafio é mais um convite à luta
que a gente enfrenta com toda disposição de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO,
e quantas vezes for preciso.
Essa idade tão fugaz na vida da gente
chama-se PRESENTE
e tem a duração do instante que passa.





Mário Quintana

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Nem tudo é fácil...


É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste.
É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada
É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para sempre.
É difícil agradecer pelo dia de hoje, assim como é fácil viver mais um dia.
É difícil enxergar o que a vida traz de bom, assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua.
É difícil se convencer de que se é feliz, assim como é fácil achar que sempre falta algo.
É difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar.
É difícil colocar-se no lugar de alguém, assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.
Se você errou, peça desculpas...
É difícil pedir perdão? Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o...
É difícil perdoar? Mas quem disse que é fácil se arrepender?
Se você sente algo, diga...
É difícil se abrir? Mas quem disse que é fácil encontrar
alguém que queira escutar?
Se alguém reclama de você, ouça...
É difícil ouvir certas coisas? Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o...
É difícil entregar-se? Mas quem disse que é fácil ser feliz?
Nem tudo é fácil na vida... Mas, com certeza, nada é impossível
Precisamos acreditar, ter fé e lutar
para que não apenas sonhemos, Mas também tornemos todos esses desejos,
realidade!!!




Cecília Meireles

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Novembro Negro

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Projeto Visitas Guiadas

  
Considerada por especialistas como um dos conjuntos religiosos originários do século 18 mais homogêneos na Bahia, a igreja de Nossa Senhora da Conceição do Boqueirão foi a atração de hoje, dia 4, às 15 horas, do Projeto Visitas Guiadas do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), vinculado à secretaria estadual de Cultura (SecultBA). O projeto permite que a população, estudantes, pesquisadores e turistas tenham acesso a monumentos que recebem investimentos para obras de restauração sob responsabilidade do Governo da Bahia.
O projeto do IPAC faz com que arquitetos e restauradores especializados sirvam de guias uma vez a por mês, em cada monumento. Cerca de 350 pessoas já foram recebidas em edificações restauradas pelo IPAC, como o Palácio Rio Branco, Casa das Sete Mortes, igrejas do Pilar, Rosário dos Pretos e Boqueirão. Os grupos não podem ser muito grandes em função dos espaços visitados e para aproveitarem os ensinamentos dos técnicos do IPAC.



Com o Projeto Visitas Guiadas o IPAC enriquece o seu Programa de Educação Patrimonial que desenvolve desde 2008 em Salvador e várias regiões da Bahia. O agendamento prévio é obrigatório através do telefone (71) 3117.6491 ou endereço visitasguiadas.ipac@gmail.com.


Não perca as próximas visitas!


Confira a programação das próximas Visitas Guiadas do IPAC:
·    Casa das Sete Mortes - 25.11, às 15 h.
·    Igreja de N.Sra. da Conceição do Boqueirão - 04.11 e 02.12, sempre às 15 h.
·    Igreja de N.Sra. do Pilar - 11.11 e 09.12, sempre às 09 h.
·    Igreja de N.Sra. do Rosário dos Homens Pretos - 18.11 e 16.12, sempre às 15h.


Acesse: www.ipac.ba.gov.br  
Facebook: Ipacba Patrimônio  Twitter: @ipac_ba



terça-feira, 2 de novembro de 2010

‘Vão das Letras’ homenageia Zumbi dos Palmares

Em meio às comemorações do mês pelo Dia da Consciência Negra (20 de novembro), a feira de livros Vão das Letras acontece no dia 14 de novembro, das 12 às 18h, em homenagem à literatura afro-brasileira, com a participação de escritores e poetas negros, que estarão reunidos no Vão Livre do Teatro Castro Alves (Campo Grande) para celebrar a memória do líder Zumbi dos Palmares.
A feira é uma realização do Núcleo do Livro, Leitura e Literatura da Fundação Pedro Calmon, em parceria com o Teatro Castro Alves e a Câmara Bahiana do Livro (CBaL), e acontece junto com o projeto Domingo no TCA, que neste dia, às 11h, traz o Sarau do João, com artistas, instrumentistas, músicos, poetas, cantores e compositores convidados, com ingressos a R$ 1 (inteira).

Outras Notícias:
http://www.comunicacao.ba.gov.br/

domingo, 31 de outubro de 2010

sábado, 30 de outubro de 2010

Projeta Brasil Cinemark 2010



Um dia inteiramente dedicado ao cinema nacional nas 428 salas dos 52 complexos de cinema da Rede. Este é o Projeta Brasil Cinemark que, em sua 11ª edição, exibirá as principais produções brasileiras lançadas entre novembro de 2009 e outubro de 2010. Na segunda-feira, 8 de novembro, os espectadores poderão assistir a filmes nacionais por apenas R$ 2. Entre os longas-metragens do XI Projeta Brasil estão títulos como ‘Chico Xavier’, ‘Sonhos Roubados’, ‘Xuxa em O Mistério de Feiurinha’ e ‘É proibido Fumar’. Ao todo, mais de 30 filmes estarão disponíveis para o espectador.
Desde 2000, a Rede Cinemark reserva uma segunda-feira de novembro para dedicar exclusivamente ao cinema nacional. Neste período, mais de 1,5 milhão de espectadores prestigiaram produções brasileiras nos dias do evento. “Oferecemos ao público a oportunidade de rever grandes filmes brasileiros a um preço simbólico, possibilitando que mais pessoas tenham acesso a este tipo de entretenimento”, declara Bettina Boklis, diretora de marketing da Rede Cinemark. “Além disso, destinamos toda a renda arrecadada no dia do evento a projetos de incentivo ao cinema nacional”, conclui Bettina.
video


A campanha publicitária desta edição é estrelada pela atriz Denise Fraga, presente em ‘As Melhores Coisas do Mundo’, de Laís Bodanzky, que também será exibido no dia dedicado ao cinema nacional. “Fiquei muito feliz em ser convidada para a campanha, que comemora os 11 anos do Projeta Brasil”, afirmou a atriz. “A produção nacional é muito boa, com qualidade, mas é preciso que o público assista aos nossos filmes. Por isso qualquer coisa que incentive o cinema nacional a gente está dentro”, concluiu Denise.
Toda a verba obtida com a venda dos ingressos do evento é revertida para projetos ligados à
indústria cinematográfica, como premiação de longas e curtas-metragem, apoio a festivais, restauração de cópias, realização de campanhas e outros. Esta iniciativa da Cinemark, a maior rede exibidora do país, é uma homenagem à produção nacional e uma forma de aproximar o público de cinema dos filmes brasileiros.
Filmes do Projeta Brasil 2010
O XI Projeta Brasil traz filmes de todos os gêneros e para todas as idades. Abaixo, alguns dos participantes desta edição:
  •   Tropa de Elite 2
  •  Nosso Lar
  • Chico Xavier – O Filme
  •  As Melhores Coisas do Mundo
  •  O Bem Amado
  •  Lula – O Filho do Brasil
  • Quincas Berro d’Água
  • 400 contra 1
  •  Segurança Nacional
  • 5x Favela – Agora Por Nós Mesmos
 Confira: 

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Palácio Rio Branco abrirá neste feriado de finados

Palácio Rio Branco abriga três exposições que estarão abertas no feriado de finados. 


Para quem quer curtir programação cultural no feriado de Finados, uma das opções é o Palácio Rio Branco, um dos mais antigos palácios do Brasil, onde se pode visitar três exposições: “Centro Antigo: A História do Brasil Vive Aqui”, “Memorial dos Governadores” e “Gente de Quilombo: força e poesia”. A visitação estará aberta no feriado de Finados, (02/11), das 10h às 18h, com acesso gratuito.
Na exposição Centro Antigo: A História do Brasil Vive Aqui o visitante irá conhecer a história da Bahia através de painel explicativo e cronológico sobre o Centro Antigo, desde a fundação da cidade em 1549 até o tempo atual. Um box especial mostra, através de oito telas em LCD, imagens do programa Pelourinho Cultural, coordenado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural – IPAC. Tocando nessas telas o público poderá conhecer as 14 proposições do Plano de Reabilitação do Centro Antigo de Salvador. A exposição fica em cartaz até o dia 19 de novembro.
Além da exposição sobre o Centro Antigo de Salvador, o público poderá conferir o novo Memorial dos Governadores da Bahia, onde é mantido um importante acervo com peças, objetos e documentos dos políticos que governaram o Estado.  O Memorial foi reformado e teve sua concepção tipográfica alterada. Na nova configuração, as 17 vitrines foram organizadas por períodos históricos, ao invés de ser divididas por governadores. A divisão está da seguinte forma: República Velha -1889 a 1930; Era Vargas – 1930 a 1945; Intervalo Democrático – 1945 a 1964; Ditadura Militar -1964 a 1985 e o Período de Redemocratização do Brasil (painel informativo) – 1986 a  2010.
Já a exposição Gente de Quilombo mostra o olhar dos fotógrafos Álvaro Villela, Márcio Lima e Rita Cliff sobre a vida em comunidades quilombolas distantes dos centros urbanos. As fotografias revelam rostos, lugares, horizontes e gestos transformados em poesia visual, sem perder a força documental, sem deixar de traduzir a história de luta do povo quilombola. A exposição reúne imagens das comunidades de Barra e Bananal (Rio de Contas), Mangal Barro Vermelho (Sítio do Mato) e Rio das Rãs (Bom Jesus da Lapa), que foram os primeiros quilombos baianos a garantir a titulação da terra. A exposição foi aberta no último dia 27/10 (quarta feira) e integrou a programação do Encontros de Culturas Populares.

Programação Detalhada
Observação:
Sexta Feira e Sábado (29 e 30/10) – |abertura normal, respeitando horário de cada museu|
Domingo (31/10) – |Museus FECHADOS em virtude das eleições presidenciais|
Segunda (01/11) – | Museus FECHADOS em virtude de Expediente interno e manutenção de acervo|

Outras programações:
http://becocultural.com.br/?p=13693


quinta-feira, 28 de outubro de 2010

III Lavagem da Biblioteca Pública do Estado da Bahia

Ler é uma viagem. Embarque nessa!
Em comemoração ao Dia Nacional da Cultura, 05 de novembro, a primeira Biblioteca Pública do Brasil, aos 199 anos, realizará a sua III Lavagem. Uma grandiosa festa que confirma a baianidade da instituição e que em 2010 vem com uma responsabilidade ainda maior: comemorar os 40 anos de inauguração da sua atual sede, nos Barris. Não faltarão motivos para celebrar!
A única Lavagem “Profano - Literária” do calendário cultural da cidade, leva o livro, a literatura e a sua morada mais antiga no Brasil para as ruas. Uma ação cultural de grande porte que proporciona, por onde quer que o cortejo passe, o contato direto das pessoas com este universo cultural de saberes e prazeres.
A celebração terá início às 8h, com concentração feita por Adailton Poesia e a Banda Tambores da Raça, na Praça do Campo Grande. Às 9h, um cortejo formado por baianas, poetas, escritores, artistas, circenses, intelectuais, estudantes, populares e um mini-trio comandado pelo grupo cênico-musical Os Multipétalos passará pelas ruas do Centro Antigo com o tema “Ler é uma viagem. Embarque nessa!”, distribuindo livros e fazendo ressoar a sua importância. Serviços já oferecidos pela Biblioteca também irão para a rua, através de stands de seus setores, agregando valor de ação cultural aos atendimentos e serviços usuais. Após o cortejo, acontece a lavagem das escadarias da BPEB, que também fará a inauguração do seu novo banner, permanecendo com o slogan De Braços Abertos para Você, que na nova versão, apresenta crianças, idosos, negros, brancos e deficientes, a fim de demonstrar que a biblioteca está aberta à diversidade e à pluralidade do ser humano, e baseada no respeito ao conhecimento.  
Às 14h, a grande convidada para esta celebração, Márcia Short, sobe ao palco do Quadrilátero para animar o público com sua energia e vibração. Com 20 anos de carreira, a cantora já passou por grupos como Banda Mel, BandâBah, Timbalada, realizou turnês internacionais nos Estados Unidos, Europa e tem uma trajetória musical reconhecida e aplaudida em todo o Brasil.
Segundo a diretora da BPEB, Ivana Lins, o objetivo da Lavagem é “reafirmar a importância de uma ação cultural que leva o livro, a literatura e sua morada mais antiga na Bahia para a rua, proporcionando, por onde quer que o cortejo passe, o contato direto das pessoas com este universo”, enfatiza.
 
Informações:
Assessoria de Comunicação:
FPC - Fundação Pedro Calmon - SecultBA
(71) 3116-6918 / 6919

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Pesquisando a História...


De 25 a 27 de novembro de 2010 acontecerá em Salvador/BA o I Fórum Internacional de Educação, Diversidade e Identidades – Gênero, Raça e Educação nos Países da Diáspora depois de Durban, que tem como tema a intersecção de gênero-raça no contexto educacional do Brasil, Nigéria e Filadelfia. Estarão reunidas 500 pessoas, entre convidados nacionais e internacionais, ativistas, estudantes, professoras(es) da Rede Municipal de Educação de Salvador e público em geral.
O objetivo do evento é favorecer, fortalecer, estimular o intercâmbio de experiências educacionais voltadas para a superação do racismo, sexismo, homofobia e outras formas de discriminação, tendo em vista influenciar a criação de políticas voltadas para a garantia da igualdade racial e de gênero. Acontecerão conferências, mesas redondas, grupos de trabalho, mini-cursos, oficinas e atividades culturais, onde especialistas compatilharão saberes e práticas vivenciados em seus contextos educacionais. O I Fórum Internacional de Educação, Diversidade e Identidades - FIEDI será realizado nas dependências do Hotel Pestana (Rio Vermelho).
ACESSE A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:


Postado por Urano Andrade (Pesquisando a História)
http://uranohistoria.blogspot.com/

domingo, 24 de outubro de 2010

Certezas

Não quero alguém que morra de amor por mim…
Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando.
Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo,
quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade.
Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim…
Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível…
E que esse momento será inesquecível..
Só quero que meu sentimento seja valorizado.
Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre…
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.
Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém…
e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos,
que faço falta quando não estou por perto.
Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras,
alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho…
Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons
sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente
importa, que é meu sentimento… e não brinque com ele.
E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca
cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.
Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter
forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe…
Que ele é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem humildade e paz.
Quero poder acreditar que mesmo se hoje eu fracassar, amanhã será outro dia,
e se eu não desistir dos meus sonhos e propósitos,
talvez obterei êxito e serei plenamente feliz.
Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas…
Que a esperança nunca me pareça um “não” que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como “sim”.
Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder
dizer a alguém o quanto ele é especial e importante pra mim,
sem ter de me preocupar com terceiros…
Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento.
Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão…
Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades e às pessoas,
que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim…
e que valeu a pena.

Mário Quintana